NÃO HOUVE “GOLPE” EM 1964; HOUVE REAÇÃO DE TODA A SOCIEDADE BRASILEIRA, À EXCEÇÃO, CLARO, DOS COMUNISTAS

O tempo do golpismo, para os comunistas, NUNCA passou; tentaram em 1935, tentaram em 1964, tentaram de 1968 a 1974 e em 2002, chegando ao poder pela via democrática, vêm implantando aos poucos, via método de Gramsci, essa doutrina abjeta, sanguinária e falida, que atormentou metade da Europa e a Rússia, durante 70 anos, e ainda hoje atormenta, mata e escraviza milhões de pessoas na China, no Vietnã, na Coreia do Norte e em Cuba; não houve golpe no brasil em 1964: houve uma reação da maioria da sociedade ao descalabro, à falta de autoridade, à inflação, ao incentivo à indisciplina nas Forças Armadas, praticada pessoalmente por Jango e Brizola, e ao delírio comunista efetivado em nacionalizações, encampações e expropriações, a maioria ASSINADA NOS PALANQUES por João Goulart, conduzido por Brizola, Darcy Ribeiro e Miguel Arraes; e DESDE 1961 os comunistas já treinavam seus guerrilheiros em fazendas compradas no interior do país com dinheiro russo, chinês e cubano, visando ao “assalto final” para ensanguentar o Brasil, eliminar a “burguesia” e destruir o “capitalismo-explorador-dos-fracos-e-oprimidos”.

Ainda hoje, se lê e se ouve abertamente, em qualquer faculdade no Brasil, dito por professores comunistas, que o “método gramscista não descarta, em último caso, a ruptura, com o emprego da violência, se necessário for, para eliminar as últimas trincheiras da burguesia”.

O Mercosul, por exemplo, tem por última intenção “desenvolver o comércio regional”. Seu principal objetivo é transformar a América do Sul em um bloco comunista, “recuperar aqui o que foi perdido na Rússia e o Leste Europeu”, nas próprias palavras do Sr. Luiz Inácio, um dos fundadores do famigerado FORO DE SÃO PAULO, organização criminosa e cabeça dirigente desse aglomerado de partidos comunistas do mundo inteiro, que se reúne periodicamente, cada vez em um país latino; aliás, acompanhem pela web sua próxima reunião, no México, no 2ª semestre deste ano. ACOMPANHEM COM ATENÇÃO.

Aos poucos, esses doentes vão apertando o cerco à sociedade, eliminando a propriedade privada, tentando por todos os meios amordaçar a mídia livre, impondo o estímulo à homossexualidade a crianças pequenas de jardim de infância, protegendo menores criminosos e tranformando a população em um imenso rebanho de gnus, entregues às feras, ou seja a eles, os dirigentes, os mandões, os deuses do Olimpo, que querem decidir tudo o que VOCÊ deve ler, ganhar, vestir, estudar, ver na TV e até pensar.

Não, o “tempo do golpismo”, para os COMUNISTAS, não passou; como também não passou, nem nunca passará, O TEMPO DE REAÇÃO DA SOCIEDADE SADIA, que saberá responder, como respondeu em 1935, 1964 e 1968 a 1974, a essa horda doutrinada, por décadas, pelos tarados de Gramsci, nas escolas, nos sindicatos e nos partidos, em uma filosofia que só trouxe morte e escravidão por onde passou e onde ainda existe.

E, mais uma vez, no dia seguinte, NEM UM ÚNICO BRASILEIRO NORMAL, dentre os que trabalham para sustentar esses parasitas, sairá às ruas para defendê-los.

https://ultradireitaemmarcha.wordpress.com

Anúncios

Sobre ultradireitaemmarcha

~Brasileiros de ultradireita, defensores da família, da propriedade privada licitamente constituída, da livre iniciativa, da economia de mercado, das tradições cristãs ocidentais, da liberdade e da responsabilidade individual na manutenção e fortalecimento da pátria e do Estado como subordinado à sociedade, não o contrário.
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

2 respostas para NÃO HOUVE “GOLPE” EM 1964; HOUVE REAÇÃO DE TODA A SOCIEDADE BRASILEIRA, À EXCEÇÃO, CLARO, DOS COMUNISTAS

  1. Guibson disse:

    Como eu gostaria de ter-lhe como um exímio professor de Ciência Política que não fosse intolerante e de esquerda, como possuo.

    Estou adorando seus textos. Lhe encontrei em um artigo do Instituto Liberal (http://www.institutoliberal.org.br/blog/um-comunista-no-stf/).

    Parabéns pela posição e escrita firme. Me vejo em representação.

    Att,

    Guibson C.
    guibson_constancio@hotmail.com

  2. claudemir ferreira disse:

    Obrigado por acender a luz do final do túnel, agora tentaremos sair dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s