MOVIMENTO CÍVICO-MILITAR DE MARÇO DE 1964: O FILME SE REPETE

  • O Exército descartava intervir na baderna política em 1962 e 1963; em 1964, já sendo chamado de covarde até pela sra. Ademar de Barros (que nesses termos se dirigiu ao Gen Kruel), por muito pouco quase perdeu o bonde da História e quase se transformou em vaca-de-presépio dos comunistas que infestavam o desgoverno Goulart, sendo salvo na última hora pelo General Mourão Filho; este, na madrugada de 31 de Março de 1964 acordou-me assustado, nos meus 14 anos, quando passou por Três Rios, pela BR-116, que naquela época passava dentro da cidade, a 100m da minha casa. NINGUÉM queria pôr a cabeça de fora; o Gen Mourão, exasperado há vários dias com a procrastinação do gov. de Minas, Magalhães Pinto, soube fazer a hora e entregar, pronta, a queda daquele governo-títere do comunismo brasileiro, que não se continha de alegria, pensando que havia chegado a hora deles, como disse aquele desocupado Carlos Prestes: “-Já temos o governo, só nos falta o poder”. Lembro-me muito bem: foram três dias de festa, júbilo, carreata, palestras, professores aliviados, chefes de família exultantes. Hoje, mais do que nunca, as FA devem estar atentas, porque vem aí o Foro de São Paulo na Bolívia, o apressamento da criação do Parlamento Latino, a integração a toque de caixa da “Pátria Grande Comunista”, aglomerado comunista de nações que nos transformará definitivamente, e de difícil retorno, na América Latrina, pântano sanguinolento, fétido e estagnado da matéria fecal que sobrou da Europa Oriental e da Rússia pós-1989. Espero que na última hora não nos falte um Mourão Filho. Se tivermos um, será a repetição do filme: NINGUÉM IRÁ PARA AS RUAS DEFENDER ESSA ESCÓRIA; se não tivermos, preparem-se, de soldados a generais, para terem um membro do MST ou de Cuba como comissário político em cada quartel, encarregado de listar os que serão encaminhados para o Grande Expurgo, a exemplo do que fez Stalin com o Exército russo, com muito, muito sangue, e isso com com o beneplácito do STF, cada vez mais aparelhado pela ideologia comunista, como o prova o último candidato indicado e aprovado pela CCJ do Senado, Sr. Fachin que, no afã de emplacar aquela vaga no Olimpo, desdisse e renegou todo o seu passado de simpatia e militância esquerdista.  Onde está a verdade desse senhor? Onde está o senso de responsabilidade dos senadores desta república? Na lata de lixo? Acordem!!!
Anúncios

Sobre ultradireitaemmarcha

~Brasileiros de ultradireita, defensores da família, da propriedade privada licitamente constituída, da livre iniciativa, da economia de mercado, das tradições cristãs ocidentais, da liberdade e da responsabilidade individual na manutenção e fortalecimento da pátria e do Estado como subordinado à sociedade, não o contrário.
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s